A projeção de instituições financeiras para o Produto Interno Bruto no País é de queda tanto neste ano quanto em 2016. A estimativa passou de 3,19% para 3,5%, este ano, e de 2,04% para 2,31%, em 2016, segundo o Boletim Focus do Banco Central, publicação semanal, feita com base em projeções de instituições financeiras e divulgado nesta segunda-feira, 07/12. A inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), este ano, subiu pela 12ª semana seguida, ao passar de 10,38% para 10,44%. Para 2016, a estimativa para o IPCA também subiu: de 6,64% para 6,7%. Devido às dificuldades na política fiscal do governo, o BC espera que a inflação fique na meta somente em 2017. Anteriormente, a expectativa era 2016. Na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada quinta-feira (03/12), o BC disse que adotará as medidas necessárias para trazer a inflação o mais próximo possível de 4,5%, sem estourar o teto da meta (6,5%), em 2016. Para 2017, o comitê esperar fazer a inflação convergir para o centro da meta (4,5%).

 

 

 

Fonte: www.ademigo.com.br

Autor
evoimov

Compartilhe

Facebook Twitter Google+ linkedin email Outras Redes